Solução TOTVS RM Portal: Automação de Ponto

Estamos iniciando uma sequência de processos orientados à solução TOTVS RM Portal com foco nos diversos módulos de gestão, como: Recursos Humanos, Administrativo, Ferramentas, entre outros. Neste post abordaremos a gestão de Recursos Humanos na divisão Automação de Ponto.

Índice

 

01. Tratamento das lacunas (batidas sem par)

Todas as ocorrências do tipo esquecimento de batidas trarão grande retardo no gerenciamento/apuração do ponto dos funcionários, pois o sistema opera considerando batidas após 00:00 como dia seguinte. Desta forma por exemplo, caso haja uma batida de entrada no dia 10/10/2010 sem saída correspondente e uma batida de saída no dia 11/10/2001 sem entrada correspondente, o sistema entenderá que o funcionário entrou no dia 10/10/2001 e saiu no 11/10/2010 gerando assim, exceções incoerentes com a realidade. Como nesse exemplo existiram batidas pares, o sistema não entende que tanto o dia 10/10/2010 quanto 11/10/2010 foram dias com batidas sem par, mas entenderá que o funcionário entrou no dia 10/10/2010 e saiu no dia 11/10/2010.

Existem parâmetros no sistema que faz com que o TOTVS RM Portal considere como falta quando existir batidas sem par. Isso facilita a criação da ocorrência de falta, pois o sistema somente permitirá o abono das faltas/atrasos se estas existirem no referido dia.

Para quem trabalha com horário noturno, não haverá problemas quando houver batida sem par no mesmo dia, pois o sistema verificará se o horário do funcionário é do tipo noturno.

 

02. Abono de Faltas e Atrasos (realizado pelo chefe/supervisor)

Os abonos de Atrasos e Faltas, quando incluídos pelos supervisores ou chefes necessitam de recálculo para que sejam refletidos no Espelho do funcionário.

Processo:

  1. 1. Selecionar o subordinado e em seguida clicar no link Anexos, a opção Abonar Atrasos e Faltas;
  2. 2. Selecionar os dias a serem abonados e em seguida clicar no link Processos;
  3. 3. Selecione a opção Abonar Atrasos e Faltas;
  4. 4. Preencher os campos solicitados pelo sistema e em seguida clicar no link OK;
  5. 5. Se desejar, acesse o Espelho do funcionário para validar o processo.

A imagem a seguir, mostra os abonos incluídos pelo chefe/supervisor, bem como os incluídos pelo seu subordinado, assim temos:

  1. 04 Abonos (aprovados) incluídos pelo chefe/supervisor;
  2. 01 Abono (pendente de aprovação) solicitado pelo funcionário subordinado;

3. A coluna Aprovar identifica abonos aprovados (ícone verde) e não aprovados (ícone vermelho).

image

Observações:

Os filtros dos abonos poderão ser cadastrados no RM Chronus: Cadastros | Tabelas Auxiliares | Filtros do RM Portal.

 

03. Abono de Faltas e Atrasos (realizado pelo funcionário – subordinado)

Os abonos de Atrasos e Faltas, quando incluídos pelo funcionário (subordinado) requer aprovação do chefe/supervisor para que sejam refletidos no Espelho do funcionário.

Processos

  1. Acessar o Espelho do Ponto e em seguida selecionar os dias a serem abonados;
  2. Clique no link Anexos e em seguida clique na opção Solicitar Abono;
  3. Selecione os dias desejados e em seguida clique no link Processos;
  4. Selecionar a opção Abonar Atrasos e Faltas;
  5. Preencher os campos solicitados pelo sistema e em seguida clicar no link OK;

As solicitações de Abono ficarão passivas de aprovação/recálculo

Conforme imagem abaixo, temos:

  1. 04 Abonos (aprovados) incluídos pelo chefe/supervisor;
  2. 01 Abono (pendente de aprovação) solicitado pelo funcionário subordinado;

3. A coluna Aprovar identifica abonos aprovados (ícone verde) e não aprovados (ícone vermelho).

SNAGHTML5dab8c

Observações:

Os filtros dos abonos poderão ser cadastrados no TOTVS Automação de Ponto: Cadastros | Tabelas Auxiliares | Filtros do RM Portal.

 

04. Acerto da Natureza das Batidas

  1. Selecionar o subordinado (clicar uma vez sobre);
  2. Selecionar o link Anexos e em seguida a opção Entrada Batidas;
  3. Clicar duas vezes sobre a batida desejada em seguida alterar o campo Natureza;
  4. Clicar no link Salvar para confirmar as alterações;
  5. Para validar as alterações, retornar ao Espelho e clicar sobre o link Atualizar.

Antes:

SNAGHTML5d17d5

 

Depois:

SNAGHTML52eee2

 

05. Alterar Horário dos Funcionários

  1. Selecionar o subordinado;
  2. Clicar no link Anexos e em seguida selecionar a opção Alterar Horário e Letra;
  3. Preencher as informações solicitadas pelo sistema;
  4. Clicar no link Salvar ou Salvar e Fechar para confirmar as alterações.

Novo horário do funcionário

SNAGHTML53db62

Visualização do novo horário

SNAGHTML548103

 

06. Alterar Atitude das Ocorrências (Compensar/Pagar/Descontar)

Para alterar a atitude das ocorrências coletadas (compensar/pagar/descontar) localize o subordinado que deseja fazer a alteração das ocorrências e em seguida execute os seguintes procedimentos:

  1. Selecionar o subordinado desejado;
  2. Acessar o link Anexos e em seguida selecionar a opção Alterar Atitude da Ocorrência;
  3. Selecione os dias que deseja alterar a atitude;
  4. Acessar o link Processos e selecione a opção Compensar ou Pagar/Descontar;
  5. Confirme o processo e acesse o Espelho do funcionário para validar o processo.

SNAGHTML5531f9 

 

07. Pesquisa de Funcionários e Seleção por Filtros

Para pesquisar o funcionário por chapa, nome ou outra informação constante da tela de visão, execute os seguintes procedimentos:

  1. 1. Acessar o link Subordinados ;
  2. 2. Digite o nome/chapa do funcionário na caixa de pesquisa Procurar e clique no botão Localizar.

A pesquisa será iniciada e caso o funcionário seja localizado, o sistema irá o selecionará destacando a linha em que o mesmo se encontra, veja a imagem abaixo:

image

Seleção por Filtros

Para filtrar um grupo de funcionários por Seção, Cargo, Parte do Nome e etc., clique na caixa de filtros e selecione um dos filtros pré-determinados e em seguida clique no botão Filtrar. Caso queira tornar padrão um dos filtros pré-determinados, selecione o filtro desejado e clique no botão Definir como filtro padrão. Da próxima vez em que esta janela dos subordinados for aberta novamente, o sistema irá executar o filtro que foi definido como padrão.

image

 

08. Excluir Abonos Cadastrados

Para excluir os Abonos cadastrados, localize o subordinado que deseja fazer esta operação e em seguida execute os seguintes procedimentos:

  1. Selecionar o subordinado desejado;
  2. Acessar o link Anexos e em seguida selecionar a opção Excluir Abonos Cadastrados;
  3. Selecione os dias que deseja excluir os abonos;
  4. Acessar o link Processos e selecione a opção Excluir Abono;
  5. Confirme a operação e em seguida acesse o Espelho do funcionário para validar o processo.

SNAGHTML5794ff

Observações

Utilize os filtros para selecionar registros específicos.

 

09. Aprovar Horas Extras

Para excluir os Abonos cadastrados, localize o subordinado que deseja fazer esta operação e em seguida execute os seguintes procedimentos:

  1. 1. Selecionar o subordinado desejado;
  2. 2. Acessar o link Anexos e em seguida selecionar a opção Aprovar Horas Extras;
  3. 3. Selecione os dias que deseja aprovar as extras e em seguida clicar no link Processos;
  4. 4. Selecionar a opção Aprovar Horas Extras;
  5. 5. Informe os dados solicitados pelo sistema e em seguida clique no botão OK;

SNAGHTML58c88d

SNAGHTML5933ed

Para que as alterações tenham efeito, é necessário recalcular o movimento no RM Chornus ou solicitar recálculo através do TOTVS RM Portal.

 

10. Considerações

Com o objetivo de facilitar a manutenção das batidas dos funcionários, foram ativados os seguintes parâmetros:

  • TOTVS Automação de Ponto:
    1. Sindicatos: Considera ausência quando existir batidas sem par.

  • TOTVS RM Portal:
    1. Inclui batidas não aprovadas para subordinados (desabilitado);
    2. Permite alterar batidas digitadas (habilitado);
    3. Permite alterar batidas coletadas (habilitado);
    4. Inclui batidas aprovadas (habilitado);
    5. Inclui batidas (somente no período atual);
    6. Inclui abonos aprovados para o próprio chefe (habilitado).

 

11. Recalculo da Movimentação do Espelho

Para que as alterações das ocorrências que refletem na apuração das horas extras, faltas e atrasos sejam visualizadas após manutenção destas ocorrências, deveremos realizar dois procedimentos:

  • Inicializar o serviço de Execução de Processos no TOTVS Automação de Ponto (RM Chronus):
    1. a) Acessar o RM Chronus;
    2. b) Acessar o menu: Sistema | Server | Executar Processos;
    3. c) Clicar no botão Iniciar para que todas as solicitações do RM Portal sejam executadas.

 image

 

  • Solicitar o Recálculo através do TOTVS RM Portal:
    1. Acessar o TOTVS RM Portal;
    2. Acessar o menu: Recursos Humanos | Equipe | Subordinados;
    3. Selecionar os Subordinados que deseja recalcular;
    4. Clicar no link Processos e em seguida selecionar a opção Solicitar Recálculo.

SNAGHTML5ab77d

Um grande abraço a todos e até o próximo post.

Anúncios

Cotação On-Line no RM Nucleus X TOTVS Portal RM

Logo TOTVS 2 A Cotação On-Line realizada através do TOTV S Portal RM, permite que uma cotação cadastrada no RM Nucleus (TOTVS Gestão de Estoques, Compras e Faturamento) seja enviada aos fornecedores participantes de um processo de cotação  via Web. Os fornecedores receberão um e-mail contemplando todos os dados necessários para acessarem o TOTVS Portal RM e responderem às solicitações de orçamento.

Uma das grandes vantagens deste processo é a redução de tempo do comprador na digitação de todas as respostas enviadas pelos fornecedores que normalmente são veiculadas por fax ou e-mail.

Parametrização necessária:

  • Vá em RM Nucleus | Opções | Parâmetros | RM Nucleus e clique em Avançar;
  • Localize o processo 04.06 – Gestão Compras | 04.06.02 – Cotação e clieque em Avançar;

SNAGHTML1ad5da2

  • Selecione o item Definições Gerais 2/3 e marque a opção Usar Orçamento via Web;

SNAGHTML1af04f8

  • Conclua a parametrização do processo;
  • Informar o e-mail dos fornecedores que possam participar integrar o processo de cotação.
  • Fim da parametrização.


::: Exportando Orçamento para Web no RM Nucleus ( Usuário comprador )

  • Crie a cotação em RM Nucleus | Movimentos | Cotações e preencha todas os dados necessários;
  • Salve a cotação e em seguida clique no botão Comunicar Fornecedores image ;
  • Selecione a opção Exportar Orçamento p/ Web [Email padrão];

Importante
Caso tenha sido informada a filial na cotação, os parâmetros obedecidos serão os que constam em Definição de Escopo – Filial, disponível em RM Nucleus | Opções | Parâmetros | RM Nuclues | processo 04.06 – Gestão Compras | 04.06.02 – Cotação.

image

Importante
Leia atentamente a mensagem a seguir para que não hajam dúvidas quanto ao comportamento do sistema quando o processo de exportação do orçamento para Web for concluído.

image

  • Selecione os fornecedores que participaram do processo de cotação via web e clique em OK.

image  image

  • A mensagem abaixo será mostrada caso o processo ocorra com sucesso. 
     SNAGHTML1d3a04d
  • Final do processo no RM Nucleus.

::: Lançando Dados do Orçamento no TOTVS Portal RM

( Fornecedor )

  • O Fornecedor receberá uma mensagem de e-mail contendo um LOGIN e SENHA para acessar a Cotação On-line no TOTVS Portal RM. A estrutura é semelhante a imagem a seguir:

image

  • Acesse o TOTVS Portal RM e clique no link Cotação On-line;
  • Serão exigidos o LOGIN e a SENHA enviados para o e-mail do Fornecedor, como mostra imagem abaixo.

SNAGHTML1ff92a8

  • Informe os dados de acesso conforme constam no email recebido pelo fornecedor e clique em OK;

SNAGHTML1ff6207

  • Será aberta uma janela com as informações relativas ao acesso do fornecedor confoorme imagem abaixo:

SNAGHTML204944d

  • Clique na opção Item do Orçamento no menu à esquerda da tela para ter acesso aos produtos da cotação.

SNAGHTML20cca7a

  • Clique no produto desejado e em seguida no botão Editar. A janela abaixo será mostrada e nela é possível informar o valor do produto, valor do IPI e uma observação para o referido item;

SNAGHTML20f4489

  • Clique no botão Salvar ou Salvar/Fechar para confirmar os dados digitados;

Importante
Após concluir a digitação dos produtos da cotação, o fornecedor deverá voltar ao Menu Principal e clicar no botão Salvar. Isto fará com que o sistema grave definitivamente todos os dados que foram informados a cotação, confirmando a integração com o RM Nucleus. Após salvar a cotação a janela do portal poderá ser fechada.

 
::: Importando os Dados da Web Informados pelos Fornecedores ( Usuário comprador )

  • Acesse o menu RM Nucleus | Sistema | Server | Processos Agendados. Neste módulo o usuário poderá visualizar os agendamentos criados para execução do processo Importação de Cotação da Web para uma data e hora específicas. Esta data é a mesma que foi informada no campo Limite para Resposta na referida cotação;

Importante
Caso deseje antecipar o processo de importação da cotação, edite o respectivo agendamento e altere a data da execução do processo e em seguida execute o módulo Executar Processos.

  • Acesse o menu RM Nucleus | Sistema | Server | Executar Processos…Na janela exibida pelo sistema, clique no botão Iniciar para que o sistema execute o processo de coleta das informações na Web;

image

Para finalizar este processo, acesse a cotação que teve integração com a Cotação On-line e observe que os produtos que a compõe já estão com os seus respectivos preços informados. Conclua o processo de cotação realizando as rotinas normais como: calcualr e imprimir o Quadro Comparativo, enviar o Quadro por email, gerar Ordens de Compra e etc.

Fontes pesquisadas:

Abraço a todos e até o próximo post.

Detalhando Arquivo ALIAS.DAT do TOTVS Portal RM

Logo TOTVS 2O arquivo Alias.dat é o responsável por estabelecer a conexão entre os aplicativos e suas respectivas Bases de Dados. Equivalente ao aplicativo BDE Administrator da Borland, o Alias.dat possibilita ao usuário criar configurações para acessar diversas Bases de Dados existentes no ambiente interno ou externo; uma espécie de “atalho” para que o aplicativo localize, identifique e acesse estas bases – desde que seus drivers de acesso estejam instalados na estação de trabalho.

O arquivo Alias.dat é necessário e utilizado tanto pelo TOTVS Portal RM quanto pelo TOTVS RM da nova MDI. Estas duas plataformas não utilizam mais o antigo BDE para acesso às Bases de Dados.

O arquivo Web.Config, localizado na pasta \CorporeRM\Corpore.Net, faz referência ao Alias.dat através da linha de comando <add key="ServiceAlias" value="CorporeRM_Exemplo" />. Mais detalhes no tópico Detalhando o Arquivo Web.config que será postado em breve.

A configuração do arquivo Alias.dat pode ser realizada manualmente, através da digitação de códigos em seu conteúdo ou  com o auxílio de um programa desenvolvido pela TOTVS denominado RM.AliasManager.exe, localizado na pasta \CorporeRM\RM.Net.

Vamos aprender agora como criar esse arquivo de duas formas:

1. Criação manual (digitação de códigos):

<?xml version="1.0" standalone="yes"?>
<RMSAliasData xmlns="
http://tempuri.org/RMSAliasData.xsd">
  <DbConfig>
    <Alias>CorporeRM_Exemplo</Alias>
    <DbType>SqlServer</DbType>
    <DbProvider>SqlClient</DbProvider>
    <DbServer>Notebook</DbServer>
    <DbName>CorporeRM_Exemplo</DbName>
    <UserName>sysdba</UserName>
    <Password>masterkey</Password>
    <RunService>false</RunService>
    <JobServerEnabled>false</JobServerEnabled>
    <JobServerMaxThreads>3</JobServerMaxThreads>
    <JobServerLocalOnly>true</JobServerLocalOnly>
    <ChartAlertEnabled>false</ChartAlertEnabled>
    <ChartAlertPollingInterval>10</ChartAlertPollingInterval>
    <ChartHistoryEnabled>false</ChartHistoryEnabled>
    <ChartHistoryPollingInterval>30</ChartHistoryPollingInterval>
    <RSSReaderMailEnabled>false</RSSReaderMailEnabled>
    <RSSReaderMailPollingInterval>3</RSSReaderMailPollingInterval>
  </DbConfig>

  <DbConfig>
    <Alias>CorporeRM_Totvs</Alias>
    <DbType>SqlServer</DbType>
    <DbProvider>SqlClient</DbProvider>
    <DbServer>Notebook</DbServer>
    <DbName>CorporeRM_Totvs</DbName>
    <UserName>sysdba</UserName>
    <Password>masterkey</Password>
    <RunService>false</RunService>
    <JobServerEnabled>false</JobServerEnabled>
    <JobServerMaxThreads>3</JobServerMaxThreads>
    <JobServerLocalOnly>true</JobServerLocalOnly>
    <ChartAlertEnabled>false</ChartAlertEnabled>
    <ChartAlertPollingInterval>10</ChartAlertPollingInterval>
    <ChartHistoryEnabled>false</ChartHistoryEnabled>
    <ChartHistoryPollingInterval>30</ChartHistoryPollingInterval>
    <RSSReaderMailEnabled>false</RSSReaderMailEnabled>
    <RSSReaderMailPollingInterval>3</RSSReaderMailPollingInterval>
  </DbConfig>
</RMSAliasData>

Os itens destacados em vermelho são fundamentais para uma conexão bem sucedida entre o aplicativo e a base de dados.

Observe que cada alias para acesso às Bases de Dados é iniciado com as tags <DbConfig> e </DbConfig>. Dessa forma poderemos criar diversos alias para Bases distintas, assim como fazemos no antigo BDE Administrator.

2. Criação automática através do aplicativo RM.AliasManager:

  • Através do Windows Explorer, abra a pasta \CorporeRM\RM.Net, localize e execute o arquivo RM.AliasManager.exe;

    SNAGHTMLc2c861[6]

  • Para criar um novo Alias, clique n o botãoimagee preencha os campos solicitados pelo assistente como mostra a imagem acima.
  • Teste se a conexão foi bem sucedida clicando no botão Testar e se tudo der certo o assistente exibirá a segunte mensagem: Conexão testada com sucesso.

Pronto! Agora é só acessar o TOTVS Portal RM ou o TOTVS RM da nova MDI e desfrutar de todos os fantásticos recursos destas duas plataformas.

Abraço a todos e até o próximo post.

Instalação e Configuração do TOTVS Portal RM

1. Requisitos Necessários para instalação e utilização do Portal RM

  • Framework 2.0 ou superior
  • IIS (Internet Information Services)
  • Biblioteca RM 10.80.1 ou Superior
  • TOTVS Gestão de Conteúdos (acesso local)
  • TOTVS RM Portal (acesso web)

2. Instalar a Framework 2.0

2.1. O que é .NET Framework ou simplesmente .NET?

.NET é uma "plataforma de software". É um ambiente independente de linguagem para criação de programas que possam inter-operar facilmente e de forma segura com diversos sistemas operacionais. Em vez de serem desenvolvidos para uma combinação hardware/software particular, os programas serão desenvolvidos para o ".NET", e funcionarão em qualquer lugar onde a .NET Framework estiver implementada.

A principal idéia da .NET Framework é usar uma forma única das aplicações conversarem com o sistema operacional. Este é o modelo mais flexível e produtivo entre todos os disponíveis..

Do ponto de vista dos “programadores”, a .NET Framework é evolução do sistema operacional Windows. É através dela que são invocadas todas as funções necessárias ao funcionamento dos programas que rodam em ambiente Windows.

2.2. Por que devemos instalar o .NET Framework?

A .NET Framework é uma biblioteca de classes que reúne todas as funções normalmente associadas ao sistema operacional. O .NET Framework permite a criação de código gerenciado que não pode danificar o sistema de execução.

A TOTVS, alinhada com as tendências do mercado e visando promover a conectividade e conseqüentemente o aumento de produtividade de nossos clientes, escolheu como plataforma de desenvolvimento para o CORPORE RM a .NET Framework. A partir deste novo conceito, a RM estará evoluindo gradualmente suas soluções, e substituindo as suas aplicações cliente/servidor por aplicações multi-camadas nesta nova plataforma.

Sendo assim, a partir da versão 7.0.0 do CORPORE RM será requisito mínimo de software ter a versão 2.0 da .NET Framework instalada em todas as máquinas que irão utilizar as soluções RM. Veja a conclusão da instalação.

3. Instalação do IIS (Internet Information Services)

Para instalação do Portal, a máquina já deve estar com o IIS instalado.

Recomenda-se a instalação completa do IIS para que seja possível a instalação do Portal.

SNAGHTML1c25836

clip_image004

Erros na instalação do portal estão diretamente relacionados à má instalação do IIS.

4. Instalação da Biblioteca 10.80.3

Para utilização do Portal RM, na arquitetura cliente-servidor, é necessário estar instalado a Biblioteca RM na própria máquina onde o portal será instalado.

clip_image006

clip_image008

clip_image010

Os aplicativos da linha CorporeRM, seguem por default, a pasta que foi instalada a Biblioteca RM. Após configurar o diretório desejado, clique em “Avançar”.

clip_image012

clip_image014

Aguarde o processo de instalação…

Preste atenção na janela abaixo, pois esta é fundamental para o correto funcionamento do portal.

Essa tela irá aparecer somente se na pasta RM.NET não houver o arquivo Alias.dat.

clip_image016

clip_image018

Após esta configuração o instalador criará o arquivo Alias.dat com a seguinte estrutura:

<?xml version="1.0" standalone="yes"?>

<RMSAliasData xmlns="http://tempuri.org/RMSAliasData.xsd"&gt;

<DbConfig>

<Alias>CorporeRM</Alias>

<DbType>SqlServer</DbType>

<DbProvider>SqlClient</DbProvider>

<DbServer>Notebook</DbServer>

<DbName>CorporeRM_Exemplo</DbName>

<UserName>SYSDBA</UserName>

<Password>masterkey</Password>

<RunCustom>false</RunCustom>

<RunService>false</RunService>

</DbConfig>

</RMSAliasData>

5. Instalação do TOTVS Gestão de Conteúdos

Utilize o instalador do Portal mais atual compatível com a Biblioteca RM.

clip_image020

clip_image022

clip_image024

clip_image026

clip_image028

6. Instalação do Portal RM (web).

Utilize o instalador do Portal mais atual compatível com a Biblioteca RM (TOTVS RM Portal – 10.80.55).

clip_image030

clip_image032

clip_image034

clip_image036

clip_image038

Importante

Sempre que o TOTVS Portal RM for instalado, o arquivo WEB.CONFIG será atualizado automaticamente, necessitando uma pequena intervenção do usuário quanto ao caminho da Base de Dados apontado no conteúdo do referido arquivo. Essa manutenção é necessária apenas para quem deseja acessar os links externos (Currículo, Cotação On-line…), localizados no canto esquerdo da tela de login do TOTVS Portal RM. Faça o seguinte:

  • Abra o arquivo Web.Config localizado na pasta \CorporeRM\Corpore.Net;
  • Localize a expressão ServiceAlias;
  • Substitua o conteúdo do campo value (o que está entre aspas) pelo nome da sua Base de Dados.

Exemplo:
Expressão encontrada: <add key="ServiceAlias" value="SQL.CONECTOR.110" />
Expressão substituída: <add key="ServiceAlias" value="CorporeRM_Exemplo" />

Basicamente a instalação do Portal é o mesmo processo da Biblioteca, avançar cada etapa até chegar à opção de “Instalar”.

Neste momento o instalador irá configurar a Framework instalada anteriormente e a página no Servidor Web IIS que já deverá estar instalada no servidor.

Obs: O servidor Web IIS é um produto da Microsoft

Após instalação do Portal será criado uma nova sub-pasta em CorporeRM chamada Corpore.Net. Esta pasta contém as DLL’s para o funcionamento do Portal.

clip_image040

6.1. Configuração do Alias.dat

clip_image042

Existirá um arquivo chamado Alias.dat que contém os dados informados na instalação do Portal referentes ao servidor e base para acesso. É possível alterar ou criar novas conexões dentro deste arquivo.

Este arquivo Alias.dat também é usado para conexões feitas pelo RM.Host.Cliente.exe ou todo mecanismo .NET que for acessar a base de dados.

Veja a estrutura do arquivo Alias.dat

clip_image044

Exemplo para Banco de dados SQL:

<?xml version="1.0" standalone="yes"?>

<RMSAliasData xmlns="http://tempuri.org/RMSAliasData.xsd"&gt;

<DbConfig>

<Alias>CorporeRM_Exemplo</Alias>

<DbType>SqlServer</DbType>

<DbProvider>SqlClient</DbProvider>

<DbServer>Notebook</DbServer>

<DbName>CorporeRM_Exemplo</DbName>

<UserName>SYSDBA</UserName>

<Password>masterkey</Password>

<RunService>false</RunService>

<JobServerEnabled>true</JobServerEnabled>

<JobServerMaxThreads>3</JobServerMaxThreads>

<JobServerLocalOnly>true</JobServerLocalOnly>

<JobServerPollingInterval>10</JobServerPollingInterval>

<ChartAlertEnabled>false</ChartAlertEnabled>

<ChartAlertPollingInterval>20</ChartAlertPollingInterval>

<ChartHistoryEnabled>false</ChartHistoryEnabled>

<ChartHistoryPollingInterval>20</ChartHistoryPollingInterval>

<RSSReaderMailEnabled>false</RSSReaderMailEnabled>

<RSSReaderMailPollingInterval>10</RSSReaderMailPollingInterval>

</DbConfig>

</RMSAliasData>

Exemplo para Banco de dados Oracle:

<?xml version="1.0" standalone="yes"?>

<RMSAliasData xmlns="http://tempuri.org/RMSAliasData.xsd"&gt;

<DbConfig>

<Alias>CorporeRM_Oracle1060</Alias>

<DbType>Oracle</DbType>

<DbProvider>OracleClient</DbProvider>

<DbServer>orc2</DbServer>

<DbName />

<UserName>sysdba</UserName>

<Password>masterkey</Password>

<RunService>false</RunService>

<JobServerEnabled>false</JobServerEnabled>

<JobServerMaxThreads>3</JobServerMaxThreads>

<JobServerLocalOnly>true</JobServerLocalOnly>

<JobServerPollingInterval>10</JobServerPollingInterval>

</DbConfig>

</RMSAliasData>

7. Configuração do Portal RM no IIS

7.1. Windows 7 Ultimate

Para configuração do Portal no IIS, acesse o caminho Painel de Controle – Ferramentas Administrativas – o IIS (Internet Information Services)

Em uma instalação bem sucedida do Portal, o diretório virtual “Corpore.net” já terá sido criado dentro do menu Sites da Web Padrão.

clip_image046

clip_image048

O arquivo Login.aspx, normalmente é criado pelo instalador do TOTVS Portal RM. Caso ele não exista, deverá ser criado manualmente. Para isto, selecione o item Corpore.Net e em seguida clique duas vezes no ícone Documento Padrão. Clique no item Adicionar… e preencha o formulário conforme mostra a figura 2 e clique em no botão OK.

clip_image050 clip_image052

Figura 2

Para c riar outros Diretórios Virtuais, utilize os procedimentos abaixo. É possível criar vários Diretórios Virtuais apontando-os para Base de Dados distintas.

clip_image054

Na imagem a seguir os Documentos Padrões são exibidos em sequencia. O documento Login.aspx deverá ser o primeiro da lista para que o IIS busque esse arquivo como default. Veja a imagem abaixo:

clip_image056

Este item em destaque não foi encontrado no Windows 7

Na aba ASP.NET, selecione a versão 2.0 do framework para utilização do o Portal.

OBS: Possíveis problemas podem ocorrer se alguma versão acima da 2.0 esteja instalado. Nessa caso será necessário ajustar o arquivo web.config da pasta de instalação do FrameWork.

clip_image057clip_image059

Caso o cliente deseje usar o RSS, para recebimento dos feed, a opção de autenticação deverá ser desmarcada para não usar a “Autenticação do Windows Integrada”

clip_image060clip_image062

clip_image064

Clique duas vezes no item selecionado conforme imagerm acima para configurar o Cabeçalho de Resposta HTTP. Aseguir todas as configurações deste item:

clip_image066

clip_image068

clip_image070

Após essas configurações, o portal deverá estar pronto para utilização.

Acesse o navegador, e digite o caminho HTTP://localhost/Corpore.net ou clique com o botão direito do mouse no diretório virtual Corpore.net e selecione a opção “Procurar”.

Com isso a página inicial do portal deverá ser aberta.

Nas configurações do Windows 2003, é necessário conceder permissão para os objetos mostrados abaixo:

clip_image072

7.2. Windows Vista

As configurações para o Windows Vista será diferente na opção de criação do diretório virtual.

No Windows Vista o portal deverá ser criado um Aplicativo.

As configurações para utilização do RSS – feed devem ser conforme tela abaixo.

clip_image074

Portal RM – Modulo Administrativo

Pelo Portal RM poderão ser incluídos movimentos de compras e vendas da empresa via Web; bem como, utilizá-lo para fazer Cotações via Web.

Para configurar os tipos de movimentos de Solicitação de Compras e Pedido de Venda para ser utilizado no Portal, basta habilitar o parâmetro “Pedido Integrado ao RM Nucleus.Net” na Etapa “Mov – Outros Dados”.

Para que o tipo de movimento de Solicitação fique correto, a Filial Emitente deve estar parametrizada como “Edita” e a numeração do movimento deve estar como “Mostra”, o local de saída não deve ser editado e movimento deve ser parametrizado como solicitação de compras ou pedido de venda.

clip_image075Observações:

Através do Portal RM, não poderemos utilizar alguns módulos como: Contabilidade, Estoque, Financeiro, Tributos, Rateios; ou seja, não poderemos emitir solicitações de compra ou venda com estes módulos parametrizados.

Ao incluir movimentos pelo Portal RM nem todos os campos estarão disponíveis neste módulo. Os campos disponíveis para esses Tipos de Movimento são:

Arquivo Alias.DAT

<?xml version="1.0" standalone="yes"?>

<RMSAliasData xmlns="http://tempuri.org/RMSAliasData.xsd"&gt;

<DbConfig>

<Alias>CorporeRM_Exemplo</Alias>

<DbType>SqlServer</DbType>

<DbProvider>SqlClient</DbProvider>

<DbServer>Notebook</DbServer>

<DbName>CorporeRM_Exemplo</DbName>

<UserName>rm</UserName>

<Password>rm</Password>

<RunService>false</RunService>

<JobServerEnabled>true</JobServerEnabled>

<JobServerMaxThreads>3</JobServerMaxThreads>

<JobServerLocalOnly>true</JobServerLocalOnly>

<JobServerPollingInterval>10</JobServerPollingInterval>

<ChartAlertEnabled>false</ChartAlertEnabled>

<ChartAlertPollingInterval>20</ChartAlertPollingInterval>

<ChartHistoryEnabled>false</ChartHistoryEnabled>

<ChartHistoryPollingInterval>20</ChartHistoryPollingInterval>

<RSSReaderMailEnabled>false</RSSReaderMailEnabled>

<RSSReaderMailPollingInterval>10</RSSReaderMailPollingInterval>

</DbConfig>

</RMSAliasData>

Acessos às funcionalidades do Portal

  1. Grupo de Acesso do RM Portal – RM Labore | Opções | Parâmetros | RM Portal
  2. Disponibilizar Envelope no Portal – RM Labore | Opções | Parâmetros | RM Portal

clip_image077

::: Observações :::

Se o parâmetro Não seleciona ano/mês no demonstrativo não estiver marcado, o usuário do Portal visualizará todos os meses/anos da ficha financeiro. Se este parâmetro estiver marcado, o usuário somente poderá visualizar os envelopes que obedecerem ao intervalo especificado nos campos Mês de Competência Inicial/Final e ano de Competência Inicial/Final.

Configuração de Ambiente

Assistente de Configuração de Ambiente. Para configurar esta funcionalidade, deve-se clicar no ícone Ambiente da tela Inicial do RMPortal e em seguida clicar na opção Alterar Contexto. Esta mensagem normalmente aparece quando o usuário logado no Portal não está vinculado em algum funcionário. Veja também o próximo item (4).

clip_image079 clip_image081

clip_image083

RM Portal (exe) | Cadastros | Localidades

clip_image085

RM Portal (exe) | Cadastros | Permissões dos Usuários

clip_image087

clip_image089

  1. Vincular o usuário desejado ao funcionário
    1. Acessar o cadastro de funcionários – RM Labore | Cadastros | Funcionários;
    2. Editar o cadastro do funcionário em questão;
    3. Informar o usuário que terá acesso ao Portal RM, bem como seu Grupo de Acesso;
    4. Salvar as alterações.

clip_image091

Caminho para acessar o Portal (local)

http://localhost/corpore.net/login.aspx

O nome corpore.net é o nome do Diretório Virutal criado nas configurações do IIS.

Roteiro para Avaliação de Desempenho por Competência

Este roteiro tem como objetivo, instruir a utilização da Avaliação de Desempenho por Competência no RM Vitae, visando facilitar seu trabalho no aplicativo.

Para que as Avaliações possam ser criadas, deve-se observar os seguintes cadastros:

– Competências (No RM Vitae, em Cadastros | Gestão por Competências | Dicionário de Competências)

O cadastro de Competências tem como objetivo definir as habilidades necessárias que irão credenciar um profissional a exercer determinada função dentro da organização.

No cadastro da Competência vinculam-se os Requisitos da Competência, essa vinculação faz com que uma pessoa desenvolva esses requisitos para ter a competência registrada no seu cadastro.

– Itens de Performance (No RM Vitae, em Cadastros | Gestão por Competências | Dicionário de Competências | Anexo Itens de Performance)

Possibilita a identificação de necessidades específicas que caracterizam a aquisição de uma competência no contexto específico de cada função.

– Requisitos de Acesso (No RM Vitae, em Cadastros | Gestão por Competências | Requisitos de Acesso)

O cadastro dos Requisitos de Acesso tem como objetivo demonstrar o desenvolvimento necessário para a viabilização da avaliação de determinada competência.

– Graduação das Competências (No RM Vitae em Cadastros | Gestão por Competências | Graduações das Competências)

O cadastro de graduação das competências tem o objetivo de definir o grau de maturidade de cada competência na sua vinculação a cada uma das funções ou a cada pessoa. Objetiva ainda, identificar o nível de capacitação e desenvolvimento do empregado da Empresa que trabalha o desenvolvimento desta competência.

– Escala Padrão (No RM Vitae em Cadastros | Gestão por Competências | Escala Padrão)

O objetivo do cadastro da escala padrão é definir níveis (notas) que serão utilizados no processo avaliativo das competências.

– Fatores Organizacionais (No RM Vitae em Cadastros | Gestão por Competências | Fatores Organizacionais)

O cadastro de fatores organizacionais tem por objetivo definir os diversos fatores, que não se enquadram no conceito de competências, mas que são importantes para a organização e que, também, serão avaliados através da avaliação de desempenho, caso a organização deseje.

A vinculação destes fatores deverá ser realizada por seção e a avaliação de desempenho irá considerar para o funcionário que será avaliado, os fatores associados à seção na qual ele se encontra lotado.

– Vinculação das Competências às Funções (No RM Vitae em Cadastros | Cargos\Funções | Funções | Anexo Competências da Função)

A vinculação das competências no cadastro da função tem como objetivo definir quais são as competências exigidas para que uma pessoa possa exercer tal função.

Nesse momento é importante definir qual será o peso do Item de Performance para a função. Isso influenciará no momento da execução da avaliação que avaliando os itens de performance é calculado a nota da competência, essa nota é calculada através da nota dada para o item multiplicada pelo peso que ele tem sobre a função da pessoa que está sendo avaliada.

Criando uma Avaliação de Desempenho por Competências

Veja abaixo os passos para criar uma Avaliação de Desempenho por Competências

clip_image092Passo 1

Criar uma Avaliação através do módulo Gerência de RH | Avaliação de Desempenho por Competência

clip_image092[1]Passo 2

Preencher os campos disponíveis na pasta Identificação.

Para saber as particularidades dos campos, clique aqui.

clip_image092[2]Passo 3

Configurar a avaliação através da pasta Configurações

Para saber sobre os parâmetros da configuração, clique aqui.

clip_image092[3]Passo 4

Definir os Avaliadores/Avaliados da avaliação.

Para saber como selecionar os avaliadores e os avaliados, clique aqui.

clip_image092[4]Passo 5

Montagem da Avaliação de Desempenho

Nesta pasta serão apresentados os itens a serem avaliados de acordo com a configuração definida nos Itens a Avaliar na pasta Configurações.

Para excluir itens que não serão avaliados, basta selecionar o item e pressionar a tecla ’ou clicar no ícone excluir.

Para as avaliações que foram configuradas para utilizar a Escala Gráfica Mista, poderá ser definido o peso dos itens que serão avaliados, para isso clique no ícone Definir Pesos e altere o peso das Competências, Fatores Organizacionais e Ações.

clip_image092[5]Observação

-As competências que poderão ser avaliadas são aquelas vinculadas à função dos avaliados.

-As ações que poderão ser avaliadas para cada funcionário que será avaliado, são as existentes em planos de metas onde o funcionário se encontra como um participante. Sendo que estes planos devem estar ativos e em aberto.

-Os fatores organizacionais que poderão ser avaliados são aqueles que estão vinculados à seção na qual os avaliados se encontram lotados.

clip_image092[6]Passo 6

Visualização da Avaliação

Nesta pasta será possível ter uma visualização prévia da avaliação de desempenho que está sendo montada. Isso facilita a conferência dos dados antes que os avaliadores respondam as avaliações.

clip_image092[7]Passo 7

Responder a Avaliação de Desempenho

O avaliador que possui acesso ao RM Portal poderá responder a Avaliação de Desempenho de duas formas:

Acessando a Avaliação através do RM Portal | Recursos Humanos | Avaliação de Desempenho, selecionar a Avaliação desejada e acessar Anexos | Avaliação de Desempenho; ou

Clicando no nome do avaliado que é enviado por e-mail ao executar o processo “Enviar e-mail para avaliadores”. O nome do avaliado é um link que abre diretamente a avaliação para ser respondida.

clip_image092[8]Atenção

Os avaliadores que não possuem acesso ao RM Portal, só poderão responder a avaliação através da 2ª opção.

clip_image092[9]Observação

-Todos os avaliadores deverão ter e-mails cadastrados para receber os e-mails da avaliação.

-Para as avaliações de 180 graus que foram respondidas pelo Avaliador e pelo Avaliado, o sistema gera automaticamente a avaliação de consenso. Nesta avaliação são apresentadas as respostas dadas pelo avaliador e pelo avaliado.

clip_image092[10]Passo 8

Responder o PDI (Plano de Desenvolvimento Individual)

Para que o PDI fique disponível para ser respondido deve ser executado o processo Enviar e-mail para PDI. Para respondê-lo acesse o RM Portal | Recursos Humanos | Avaliação de Desempenho | Anexos | PDI.

É muito importante que o PDI seja respondido para que posteriormente sejam feitos treinamentos para o desenvolvimento dos funcionários.

clip_image092[11]Passo 9

Verificar o Andamento das Avaliações

Selecione a avaliação desejada e acesse Anexos | Andamento das Avaliações.

Para visualizar os itens avaliados, as notas obtidas e os comentários inseridos nos itens, edite um registro desse anexo.

clip_image092[12]Passo 10

Fechar a Avaliação de Desempenho

Para finalizar uma Avaliação de Desempenho por Competência, selecione a avaliação e acesse Processos | Fechar avaliação de desempenho. Ao executar esse processo será atualizado no cadastro do funcionário os resultados da avaliação. Para saber mais sobre esse processo clique aqui.

Plano de desenvolvimento coletivo

Através deste recurso será possível acompanhar o plano de desenvolvimento individual solicitado pelo chefe ou supervisor via menu do RM Portal Recursos Humanos| Avaliação de Desempenho, selecionando a avaliação desejada e clicando em Anexos| PDI.

clip_image092[13]Observação

O PDI só estará disponível no RM Portal após responder a avaliação. Na avaliação de desempenho com modalidade 180º, o PDI será liberado apenas após a execução da avaliação de consenso.

Responder o PDI (Plano de Desenvolvimento Individual)

Para que o PDI fique disponível para ser respondido deve ser executado o processo Enviar e-mail para PDI. Para respondê-lo acesse o RM Portal | Recursos Humanos | Avaliação de Desempenho | Anexos | PDI.

É muito importante que o PDI seja respondido para que posteriormente sejam feitos treinamentos para o desenvolvimento dos funcionários.

Configuração para envio de e-mails

clip_image094