ATUALIZAR TSS VIA DEVSTUDIO

No item 1 serão apresentados os passos para configuração do Dev. Studio, no item 2 a aplicação de patch.

1. Configuração do Programa Dev. Studio

1.1 Configure o arquivo smartclient.ini do TSS localizado no diretório \totvssped\bin\smartclient: Continuar lendo “ATUALIZAR TSS VIA DEVSTUDIO”

COMO UTILIZAR ATESTADOS NO TOTVS SEGURANÇA E MEDICINA DO TRABALHO INTEGRADO À FOLHA DE PAGAMENTO E AUTOMAÇÃO DE PONTO

Neste artigo faremos dois exemplos de Atestados: o primeiro com um intervalo de 04 dias e sem gerar afastamento na Folha de Pagamento; o segundo será com 17 dias, gerando um afastamento na Folha de Pagamento. Ambos os Atestados ferão integração com o TOTVS Automação de Ponto através da geração automática de abonos. É possível cadastrar Atestados sem integração aos módulos Automação de Ponto e Folha de Pagamento. Continuar lendo “COMO UTILIZAR ATESTADOS NO TOTVS SEGURANÇA E MEDICINA DO TRABALHO INTEGRADO À FOLHA DE PAGAMENTO E AUTOMAÇÃO DE PONTO”

Como Habilitar o IIS no Windows Server 2008 para Utilização de Aplicações Web

Esse artigo tem como objetivo demonstrar como instalar o IIS 7.0 no Windows Server 2008. O IIS (Internet Information Server) 7.0 é um componente opcional do Windows Server 2008 que por padrão não vem configurado no Sistema Operacional quando instalado em no perfil básico de configuração.

Após estas configurações, será possível executar aplicações desenvoldidas para plataforma Web.

1. Clique no menu Iniciar | Ferramentas Administrativas | Gerenciador do Servidores;

2. Clique com botão direito do mouse no item Funções e selecione o item Adicionar Funções;

image

 

3. Clique no botão Próximo;

image

 

4. Marque o item Servidor Web (IIS) e clique no botão Próximo;

image

 

5. Clique no botão Próximo;

image

 

6. Selecione as opções desejada conforme sua necessidade e clique no botão Avançar;

image

image

image

 

7. Após selecionar os iten desejados, clique no botão Avançar para concluir as configurações;

image

 

8. Clique no botão Instalar para iniciar a instalação;

image

 

9. Instalação concluída. Clique no botão Fechar.

image

 

Um grande abraço a todos e até o próximo post.

Como Exibir Apenas os Funcionários Inseridos no Chronus para Controle de Ponto

O RM possui um processo chamado “Inserir Funcionários no Chronus” que permite um colaborador tenha o seu ponto controlado. Não existe uma tabela que guarde essa informação exata no banco de dados, porém é possível utilizar a Consulta SQL abaixo em um filtro para visualizar na Tela de Funcionários, apenas os que batem ponto.

1. Criar a Consulta SQL abaixo:

SELECT          APARFUN.CHAPA
FROM            PFUNC (NOLOCK) 
LEFT OUTER JOIN APARFUN (NOLOCK) 
ON              APARFUN.CODCOLIGADA = PFUNC.CODCOLIGADA
AND             APARFUN.CHAPA = PFUNC.CHAPA 
WHERE           PFUNC.CODCOLIGADA = 1

 

2. Criar o Filtro para exibir apenas os Funcionários inseridos no Chronus para controle do Ponto:
3. Acessar RM | Automação de Ponto | Gestão | Consultas SQL;
4. Clique no botão Novo para inserir uma nova Consulta SQL;

image

 

5. Cole o conteúdo da Consulta SQL e clique no botão Salvar;

image

 

6. Na Tela de Funcionários, crie um novo Filtro;

image

 

7. Salve o Filtro e execute-o em seguida;

image

 

Um grande abraço a todos e até o próximo post.

Instalação do BDE Administrator no Windows 8 – x64

Em máquinas com plataforma de 64 bits, dependendo do idioma, a instalação do BDE fica em um dos seguintes caminhos:
    – C:\Arquivos de programas (x86)\Arquivos comuns\Borland Shared ou
    – C:\Program Files (x86)\Common Files\Borland Shared.

Para configuração do BDE em máquinas desta plataforma, serão necessárias algumas alterações para que seja possível executá-lo sem erros. A primeira, é a realocação da pasta Borland Shared e a segunda é a reconfiguração das informações do BDE no Registro do Windows 8:

Realocação da pasta Borland Shared

1. Você deverá recortar a pasta Borland Shared, localizada em um dos locais citados, e colar na pasta C:\Arquivos de programas(x86)\Arquivos comuns ou C:\Program Files (x86)\Common Files, conforme sua versão do Windows 8:

image

 

Configuração do BDE no Registro do Windows

1. Agora realize o segundo procedimento que é alterar o caminho do BDE no Registro do Windows 8:

Na tela Iniciar do Windows 8, digite o comando REGEDIT.EXE para acessar o Editor do Registro:

image

 

2. Após visualizar o aplicativo solicitado, pressione a tela ENTER para executá-lo;

image

 

Caso a mensagem a seguir seja exibida, pode permitir a referida solicitação, pois isto está relacionado à Segurança do Windows / Controle de Conta de Usuário;

image

 

3. Ao abrir o Editor do Registro do Windows 8, localize a pasta Database Engine conforme imagem abaixo e altere o caminho dos registros da seguinte forma: 

Onde tiver C:\Arquivos de programas(x86)\…  altere para C:\Arquivos de programas\…, retirando apenas a expressão (x86), conforme print abaixo:

image


Apontando para cimaAtenção

  • Caso não existam os registros com final 32 (imagem abaixo), os mesmos NÃO deverão ser criados;

              image

  • Após as alterações, reinicie a máquina e em seguida valide a conexão do BDE com o Banco de Dados.

 

Post relacionado:
Instalando o TOTVS RM Biblioteca no Windows 8 – x64

Um grande abraço a todos e até o próximo post.

Utilizando a Função PAR no TOTVS RM Labore

A variável PAR apresenta funcionalidades interessantes, que combinada às Fórmulas e Consultas SQL, produzem grandes agregados nas rotinas da Folha de Pagamento, como exemplo: total de colaboradores do sexo feminino; total de colaboradores que foram admitidos no mês; complemento do histórico dos lançamentos contábeis e etc.

No TOTVS Folha de Pagamento, esta função retorna a seguinte expressão: mm-aaaa-cc-pp e seu retorno é do tipo string (alfanumérico):

mm – mês de competência;
aaaa – ano de competência;
cc – caixa da competência;
pp – período da competência.

Exemplo: 08-2013-01-00, onde:

Fórmula para Admitidos no Mês

Se AnoDt ( TabFunc ( ‘DataAdmissao’, ‘D’ ) ) = VAL(Substr(PAR,4,4)) e 
     MesDt ( TabFunc ( ‘DataAdmissao’, ‘D’ ) ) = VAL(Substr(PAR,1,2)) Entao
   1
Senao
   0
FimSe

Fórmula para Demitidos no Mês

Se AnoDt ( TabFunc ( ‘DataDemissao’, ‘D’ ) ) = VAL(Substr(PAR,4,4)) e
     MesDt ( TabFunc ( ‘DataDemissao’, ‘D’ ) ) = VAL(Substr(PAR,1,2)) Entao
   1
Senao
   0
FimSe

 

Um grande abraço a todos e até o próximo post.

Comprovante Salarial no TOTVS RM Labore: Banco do Brasil

Segue estrutura do Comprovante Salarial (contracheque eletrônico) do Banco do Brasil para MSSQL e Oracle.

Download para MSSQL
Download para Oracle
Download do Arquivo Modelo

Tem algumas considerações em relação à Conta Corrente. Alguns clientes as cadastram com o DV, outros sem. Neste caso, a Consulta SQL que retorna este campo deverá ser ajusta para atender a cada um. Sugiro que as mesmas sejam cadastradas com o DVe separado por hífen, pois em alguma outro processo ou até mesmo uma consulta de rotina a mesma estará completa.

1. Para quem cadastra as Contas com dígito verificador e com hífen, o item em destaque deverá ser -2;
2. Para quem cadastra as Contas com dígito verificador e sem hífen, o item em destaque deverá ser -1;
3. Para quem cadastra as Contas sem dígito verificador, o item em destaque deverá ser -0 ou substitua toda a linha por PFunc.ContaPagamento.

::: MS-SQL
Select
   Substring(PFunc.ContaPagamento, 1, Len(PFunc.ContaPagamento)-2)
From
   PFunc
Where
   PFunc.CodColigada = :CodColigada and
   PFunc.Chapa = :Chapa

::: ORACLE
Select
   Substr(PFunc.ContaPagamento, 1, Length(PFunc.ContaPagamento)-2)
From
   PFunc
Where
   PFunc.CodColigada = :CodColigada and
   PFunc.Chapa = :Chapa

O produto final fica bem legal e as informações que serão apresentadas no impresso (bases, nome do funcionário, cargo, data de admissão…) vão depender apenas do cliente.

image

 

Um grande abraço a todos e até o próximo post.

Integração RM Biblios X RM Nucleus

Estes procedimentos visam auxiliar os usuários na integração do TOTVS Gestão Bibliotecária com a Solicitação de Compras do TOTVS Gestão de Estoque, Compras e Contrato.

1. Habilitar o módulo de Integração com Estoque

  • Acessar: Gestão Bibliotecária | Parâmetros do Sistema | Etapa 14.09 – Integração

clip_image001

Apontando para cimaObservações

Dependendo dos processos da empresa, talvez seja necessário criar um Tipo de Movimento específico para as solicitações de compras originadas do TOTVS Gestão Bibliotecária, pois se houver algum campo que seja de preenchimento obrigatório e o mesmo não possuir um Default informado, o processo de integração será interrompido, fazendo com a Solicitação não seja geradas no TOTVS Gestão de Estoque e Compras

.

2. Habilitar o módulo de Integração com Gestão Bibliotecária:

  • Acessar: TOTVS Gestão de Estoque e Compras | Opções | Parâmetros | Tipos de Movimentos | Etapa 04.06.01 – Solicitação de Compra
  • Selecionar o Tipo de Movimento criado como Solicitação de Compra;

clip_image002

 

  • Acessar: Gestão de Estoque e Compras | Opções | Parâmetros | Tipos de Movimentos | Etapa 04.06.05 – Recebimento de Materiais
  • Selecionar o Tipo de Movimento criado como Entrada de Materiais;

clip_image003

 

  • Movimento de Entrada de Materiais (Aquisição). Durante o processo de Entrada de Materiais (aquisição), o campo Publicação – Biblioteca, localizado na pasta Item de Movimento | Integrações | Biblioteca, deverá ser preenchido. (ver motivo)

 

Processo de Integração

1. Acessar o módulo TOTVS Gestão Bibliotecária e incluir uma nova Sugestão de Compra no menu: Acervo | Sugestão de Compra;

clip_image005

 

2. Criar uma Sugestão de Compra conforme sua necessidade;

clip_image006

 

3. Executar o processo de Itegração com o TOTVS Gestão de Estoque e Compras através do menu: Processos | Solicitar compra de Exemplares;

clip_image007

 

4. Clique no botão Avançar para acessar as configurações da Sugestão de Compra;

clip_image008

 

5. Preencha os dados solicitados conforme para detalhar a publicação;

clip_image009

 

6. Clique no botão Executar para iniciar o processo;

clip_image010

 

7. Aguarde a conclusão do processo;

clip_image011

 

8. A imagem  seguir exibe a conclusão bem sucedida do processo;

clip_image012

Agora basta consultar a referida Solicitação através do módulo de TOTVS Gestão de Estoque e Compras e seguir os trâmites do Processo de Compra normalmente.

 

Um grande abraço a todos e até o próximo Post.

Estornar Itens não Recebidos no TOTVS Gestão de Estoque, Compras e Contratos

O processo do movimento Estornar item não recebido tem a função de reabrir uma cotação e a solicitação de compras relacionada à esta cotação, a partir de uma ordem de compra parcialmente recebida.

Este processo poderá ser usado tanto para movimentos gerados pelo módulo de cotação quanto no faturamento normal de movimentos. O propósito deste processo é que ao acessar um movimento de ordem de compra que deverá estar com o status Parcialmente Recebido, e executá-lo, a solicitação que gerou esta ordem será reaberta com o status de pendente, e, se no caso, se tratar de uma solicitação que gerou uma cotação, a cotação também será reaberta.

Apontando para cimaObservações

  • É preciso dar permissão ao perfil do usuário para ter acesso a este processo na visão de movimentos através da aba Acesso a Menus no cadastro de perfis;
  • Para o correto funcionamento do processo é preciso que o módulo de cotação esteja parametrizado para que a cotação permita gerar ordem de compra parcialmente cotada;
  • Para executar o processo é preciso que o movimento esteja com o status parcialmente recebido.

 

Exemplo

O processo de cotação é definido da seguinte forma: Solicitação de compra – Cotação – Ordem de Compra – Nota Fiscal.

Quando uma cotação gera uma ordem de compra e esta é faturada, a cotação fica com o status de concluída e a ordem com status recebido. Porém se ao faturar a ordem é feito o faturamento parcial, a ordem fica com o status parcialmente recebido.

Neste caso, se for executado o processo Estornar Item não Recebido no movimento de ordem de compra, esta ordem mudará o status para recebido. A solicitação que gerou a cotação ficará com o status pendente, assim como a própria cotação.

É importante frisar que esta solicitação que foi reaberta, assim como a cotação, só possuirá os itens e quantidades que não foram faturados.

No caso de ser um processo de compra direto (Solicitação de compra – Ordem de Compra – Nota Fiscal) a ideia é a mesma. A ordem na qual o processo foi executado fica com o status recebido e a solicitação fica como pendente e somente com os itens e quantidades que ainda não foram faturados.

 

Exemplo

Solicitação 000011
Item X
Item Y
Item Z

Cotação Nr. 2012.000135
Item X
Item Y
Item Z

Ordem Nr. 000030
Item X
Item Y
Item Z

Nota Fiscal Nr. 001222
Item Y
Item Z

Neste primeiro exemplo o produto X não é recebido. Durante o recebimento da NF, o item X foi excluído. Desta forma, este item não é recebido e a Ordem de Compra relacionada fica com Status de Parcialmente Recebido, contendo todos os itens recebidos (Y e Z) com a Quantidade igual a zero e o item X com a sua quantidade original, permitindo que o mesmo possa ser recebido futuramente.

Digamos que o fornecedor não enviou o item X por não ter no estoque ou durante o processo de recebimento foi detectado pelo cliente que o mesmo estava com defeito, se o cliente ainda o quiser, basta manter a Ordem de Compra 000030 e aguardar a chegada do referido item. Futuramente, deve-se utilizar o processo de Receber Pedido novamente. Assim a Ordem de Compra 000030 terá seu Status alterado para Recebido.

Agora, suponhamos que o cliente não recebeu o item X defeituoso e não o quer mais. Neste caso, teremos que acessar a Ordem de Compra relacionada e utilizar o processo Conclusão de Pedidos. Este procedimento o sistema concluirá o processo de compras alterando o status da Ordem de Compra para Recebido.

A Cotação relacionada continuará fechada e seu Status será Pedido de Compra. O botão Gerar Ordens de Compra ficará desabilitado, pois não será possível gerar novas Ordens de Compra a partir da referida Cotação.

 

Estornando um Item não recebido

Voltando à Ordem de Compra: Caso seja utilizado o processo Estornar Item não Recebido (item X), a Ordem de Compra 000030 ficará com o Status igual a Recebido. Todos os itens (X, Y e Z) existentes neste movimento, ficarão com a quantidade igual a zero: Y e Z por terem sido recebidos normalmente e X por ter sido estornado.

A Cotação relacionada será reaberta e seu Status será alterado para Ordem de Compra Parcialmente Gerada, permitindo ao usuário gerar uma nova Ordem de Compra com o item X estornado. Observe que o botão Gerar Ordens de Compra ficará habilitado novamente.

Ao gerar uma nova Ordem de Compra, o sistema considerará apenas o item X que foi estornado no processo de recebimento anterior, pois este é o único que ainda possui quantidade a ser recebida.

 

Enviando um Item não recebido de volta à etapa de Solicitação

Se desejar que um Item Estornado volte para a etapa de Solicitação de Compra, basta excluí-lo da Cotação atual, pois enquanto uma cotação estiver aberta este procedimento é permitido.

 

Apontando para cimaObservações

Se em uma cotação existir penas um item estornado e o mesmo for excluído, a mesma terá seu Status alterado para Pedido de Compra e será fechada automaticamente. Uma cotação somente será fechada quando não existirem itens estornados, pois enquanto houver, se status será mantido em Ordem de Compra Parcialmente Gerada.

Fontes:

  1. Laboratório nos aplicativos TOTVS.

 

Um grande abraço a todos e até o próximo Post.